02

Começa pavimentação da estrada do Pantano

Segundo prefeitura, nesta etapa 2,5 km serão asfaltados. Projeto é pavimentar os 12 km até o distrito. Não há prazo para conclusão de toda obra

Trafegar pelos 12 quilômetros que liga a MG-290 ao distrito São José do Pantano nunca foi tarefa fácil. A região rural mais populosa de Pouso Alegre, com grande produção agrícola, sempre sofreu com o barro e a poeira da estrada de terra. Jésus Natal é produtor de legumes e usa a estrada toda semana. Ele conta que já ficou encravado na lama algumas vezes. “Ah é difícil; dia de chuva é difícil. Encrava nesse meio aí, muita lama”.

Agora, parte do problema está sendo resolvido. Nesta semana, foi iniciada a obra de pavimentação de 2,5 km da estrada do Pantano. O trecho vai do bairro Cajuru ao Gabiroval. O serviço é feito com recursos próprios da prefeitura. O secretário municipal de Agricultura, Antônio Dionício Pereira, conta que o projeto é para asfaltar toda a extensão da estrada, até a entrada do distrito. “Sim. Com certeza. A gente vai estar trabalhando trecho a trecho para pavimentar e concluir na chegada do distrito. A gente já pavimentou 1 quilômetro e vamos pavimentar mais 1,5 km e assim, sucessivamente, a gente vai preparando as estradas e vai asfaltando”, diz o secretário.

Segundo Dionício não há um prazo para concluir toda a estrada porque o serviço está sendo executado por um consórcio que também atende outras cidades.

Ao ver parte da estrada já com asfalto, o produtor rural comemora: “Pra nós isso é bom neh. Isso é ótimo. É importante demais. Estava sofrendo demais”, diz Jésus.

O secretário, que também mora no distrito, fala que a pavimentação da estrada traz inúmeros benefícios. “O pessoal que vive na margem da estrada que hoje, a maioria, não consegue abrir suas janelas devido ao pó, vai resolver esse problema, vai ser amenizado. E também o escoamento da produção. Porque a produção quando pega uma estrada boa, ela tem mais qualidade, mais rapidez. E além dos benefícios para as próprias lavouras nas margens da estrada que sofrem muito com o pó; as lavouras vão ter maior produção”.

Alan de Souza trabalha nas lavouras de morango. Ele diz que já deixou de ir a Pouso Alegre para evitar a estrada ruim. “Muitas vezes a gente até queria vir na cidade. Mas desanimava pelo fato da estrada ser muito ruim. Agora desse jeito estava ficando excelente. Se pavimentar até São José do Pantano facilita bastante a nossa rota, o trajeto para cidade”.

Trecho da ponte ao Cajuru recebe tipo calçamento

Os 810 metros da ponte sobre o Rio Mandu até o Cajuru recebem um calçamento com blocos de concreto. A pavimentação ‘intertravada’ teve início em março e está na fase final de conclusão. Segundo a prefeitura, essa parte foi orçada em R$ 1,09 milhão, também com recursos próprios.

Após a conclusão dessas duas etapas em andamento, o motorista terá 4km de estrada do Pantano pavimentada, já que o perímetro do Cajuru também já tem asfalto.

Compartilhe este artigo